domingo, 26 de setembro de 2010

Os homossexuais estariam praticando heterofobia?

Por Carlos Chagas

A alguns dias atrás eu pesquisava no You Tube alguns vídeos sobre o homossexualismo. Foi nesta busca que acabei assistindo o vídeo "O casamento gay e as merdas que não lhe afetam", postado por Newkillerstardust (para ver o vídeo clique aqui). Apesar de o vídeo não ser polêmico, um vez que se tratava de piadas apenas, eu comecei a ler os comentários do vídeo e percebi, o que para mim não é aceitável, certos comentários que fazem apologia ao homossexualismo. Confesso que não foi minha intenção provocar brigas e/ou discussões. Mas após eu escrever um comentário que resume o meu pensar (para ver os comentários recorra à imagem publicada neste artigo), lembrando que meu "log in" no You Tube é LorDone, o responsável pelo vídeo, que provavelmente é um homossexual segundo sua postura e argumentos, começou a desferir à minha pessoa diversos palavrões e adjetivos, os quais, demonstravam sua indignação pela minha frase. Percebendo sua reação escrevi, em tom de zombaria, que ele ficou nervoso por nada. Isso acabou piorando sua postura, o deixando mais grosso ainda. Desfechei meus argumentos com ele dizendo que jamais havia proferido grosserias a ele e que era ele o desbocado.



Enfim, por que eu trouxe isso à tona? Porque nesta eleição de 2010 os homossexuais buscam colocar no poder pessoas que melhorem seus direitos na sociedade. É fato que o número de adeptos e simpatizantes cresceu enfaticamente e isso revelou a eles próprios o poder que tais têm na mão. Estimados 18 milhões de homossexuais no país, estes podem sim ser expressão política de poderes eleitorais fortes. Bastam serem organizados e colocam quem quiserem no poder. Além do mais trago isso à tona também ao fato da não observação da mutualidade social na qual todos estão (querendo ou não) inseridos. Contudo disso será falado mais à frente.


Mas o que de fato eu quero falar aqui. Duas coisas. Primeiro é sobre o problema/dilema social que se tem para enfrentar. Neste ano de eleições o que se vê dos homossexuais é uma investida forte na política (veja um vídeo em outro artigo clicando aqui). A intenção dos mesmos não é só reunir forças como também de renovar a bancada política, buscando maior expressão das idéias que os homossexuais acham de maior proveito. Apesar da busca dos mesmos por representantes, nem sempre homossexuais os apóiam: "É ridículo o casamento de homem com homem, por amor e com véu e grinalda. Eu não apóio', foi a frase de Clodovil Hernandes, ex-político homossexual brasileiro, falecido em 17 de março de 2009. Não caracteriza em problema o fato de se bsucar seus direitos e liberdade de expressão e ação. Os gays lutam por isso assim como todo segmento social luta. Todos querem um lugar ao sol. Mas isso nos leva a outro problema/dilema.


A busca pelos próprios direitos e pela liberdade de ação pelos homossexuais é o segundo tópico a ser levantado aqui. Não só para os homossexuais, mas para todos, a escolha de uma idéia ou opção, e esta levada à ação, traz conseqüências. Não há como uma pessoa se tornar assassina e não ter sua vida transformada. Mesmo que não seja punida pela Lei esta se transformará em toda sua existencialidade. Terá uma nova concepção de vida. No caso dos homossexuais a luta por direitos deve ser acompanhada pela observação de deveres e conseqüências. Em dias atuais muito se vê homossexuais processarem uma pessoa por homofobia, o que anos atrás era impossível de se vê. Talvez o fato de se ter esse luxo fez com que as cabeças dos homossexuais enxergassem somente as benesses dos direitos. Mas é aqui que retomo o início deste artigo: Muitos gays exigem leis punitivas para os homofóbicos. E para os heterofóbicos? Por que eles devem ter direitos e os demais não? No meu caso, quem foi a vítima foi eu. A prática de heterofobia ficou latente. E aí fica a pergunta: Será que os homossexuais estão preparados para uma espécie de "revanche" legal? Será que essas marchas gays que, segundo Clodovil Hernandes, eram e são feitas apenas para comemorarem carnaval fora de época, trabalham os efeitos colaterais de suas lutas e desejos (para ler mais sobre Clodovil entre no site MGM - Movimento Gay de Minas e leia sobre o rompimento gay/Clodovil)?


Os homossexuais procuram seus direitos mas não observam os direitos dos demais: Querem casamentos gays nas igrejas cristãs, alegando que ninguém pode ferir seus direitos de escolha dos rumos dos quais desenharão suas vidas. Mas e a história cristã? E a história da igreja? Aqui entra o processo de mutualidade social que citei acima. Se eles querem para eles, eles devem querer para os demais. Para a religião cristã o homossexualismo é a negação da vida. Todavia não é correto a um cristão barrar a escolha de alguém, apenas de alertá-lo. Como podem exigir que a igreja os casem se isso é totalmente averso à lei da tradição cristã? Não se pode ferir os direitos religiosos de um povo destruindo toda a sua história e começando do zero. Isso é destruir sua identidade. Da mesma forma que exigem punições severas aos que cometem práticas homofóbicas (de certo modo é aceitável isso), mas não observam que tal lei os colocam em patamares superiores aos dos heterossexuais, proporcionando privilégios os quais, antes, eram dos heterossexuais e, agora, dos homossexuais. Se antes eles queriam igualdade por que agora querem aprovar apenas a lei de punição aos homofóbicos? Isso soa um tanto quanto inconsistente.


Por fim quero salientar que todo homossexual tem total direito de escolha. Tem total direito de ir e vir. Todavia isso só vale quando os direitos dos demais não são violados. O meu foi quando postei um comentário que denotava minha visão religiosa. Caso o dono do vídeo não quisesse comentários poderia ao menos excluir tal opção. Seria menos doloroso a ele. Que a virtude da mutualidade não seja negada. Que nessas eleições os candidatos eleitos possam criar e aprovar leis que atendam à sociedade como um todo. Que os guetos unilaterais como os guetos evangélico e homossexual acordem para a realidade de que isso só contribui para a piorar os vínculos políticos de tentativa de diálogo e compreensão.

7 comentários:

  1. Se vc nao gosta da HOMOSSEXUALIDADE, pq estaria procurando conteúdo sobre no you tube? Foi vc que procurou isso, vc nao tinha que se meter pq o assunto não lhe diz respeito, so o gay sabe o que é melhor pra vida dele, hetero não tem que dar palpite na vida no homossexual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua premissa é tão inválida que para o primeiro homossexual do mundo ser e pensar o que é teve a influência de um hetero. Pelo visto você não deve diferenciar dos "agressivos" no YT.

      Poderia dizer: "Se vc nao gosta de COMENTÁRIOS DE HÉTEROS, pq estaria procurando conteúdo sobre no BLOG CRISTÃO?" mas, como disse, a premissa seria inválida...

      Abraço

      Excluir
  2. Vc já começou errado utilizando o termo HOMOSSEXUALISMO. Esse termo caiu a muito tempo, pq na raiz da palavra se refere a uma doença. Não se usa mais o termo homossexualismo, a não ser que seja pra discriminar. O certo é Homossexualidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conforme o dicionário Aurélio Século XXI Eletrônico:

      Homossexualismo: Prática do comportamento homossexual

      Homossexualidade: Caráter de homossexual; homossexualismo, inversão.

      Não comecei errado, segui apenas o usual e padronizado. O sufixo -ismo não se refere a tão somente doença e, neste caso, apenas uma pequena minoria refere ao caso gay como sendo uma doença. O sufixo -ismo se refere à padronização dos pensamentos uma vez organizados e postos em prática por um grupo. Não é discriminação no sentido pejorativo. Favor se informar.

      Abração

      Excluir
    2. Segue um link para mais curiosidades:

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Ismo

      Att

      Excluir
  3. E quem te deu o direito de agrupar as pessoas como praticantes da iniquidade? Alias, quem convencionou essa palavra e deu como discurso pronto pros cristãos (sim, porque eu já fui cristão). Cristãos repudiaram (e ainda fazem-no) ate hoje. Mataram, torturaram gays. Ainda hoje ha grupos que se denominam crentes e fazem a barbárie pelo mundo. Dai nos, pra defesa de um grupo, tomamos uma posição. E isso ta errado? Se toca rapaz! Palavras bonitas (cheias de erros gramaticais) não fazem de você melhor que outras pessoas, e nem tornam seus pensamentos corretos. Vai estudar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro: Eu estudo até hoje. Desculpe se não o informei.

      Segundo: Que bom que já foi cristão. Isso demonstra que entende um pouco das dificuldades, maldades bem como das boas ações e amor de uns e outros.

      Terceiro: Entro de novo no argumento de antes. A premissa está errada. Você mesmo diz que o que os cristãos erraram e matar e torturar (concordo plenamente) e agora tomam o mesmo partido. Se isso foi errado com a prática cristã, também o é com vocês.

      Quarto: Desculpe se meu português não é tão apurado. Não sou o melhor dos brasileiros e nem tão bom na escrita como você.

      Quinto: Não agrupei ninguém. A frase não agrupava ninguém. Isso se chama interpretação. Você fala que eu agrupei os homossexuais quando na verdade os demais disseram que eu os agrupei. Na minha última fala digo que eu também faço parte desta maldade do mundo.

      Não nos conhecemos. Talvez seja eu um monstro para você e para tantos outros homossexuais que leem este post. Mas tenho muitos amigos gays e respeito todos deixando claro que não os apoio nas suas escolhas, pois esta é a minha escolha. Todavia, isso não quer dizer que eu não os possa ajudar. Aliás, muitos me procuram, por vontade deles e não minha, para que eu lhes oriente para a vida.

      Infelizmente meu caro, na internet dizemos muitas ofensas uns aos outros e discriminamos as pessoas. Concordo com o fato de homossexuais alertarem para a homofobia, mas isso se torna, querendo ou não, heterofobia graças às posturas tomadas pelos grupos que lutam pelo "lugar ao sol". Por isso digo mais uma vez: "Por se multiplicar a iniquidade..." ... fazemos do mundo um lugar de brigas sem sentido e de deturpações do fluxo vital que deveria seguir sem manipulações ou maldades. Não estou dizendo aqui que VOCÊ é o único culpado, mas que eu também sou participante. E é aqui que entra Jesus na história... mas Dele não irei comentar aqui porque sei que você está irado e respeito isso.

      Me tocando conforme seu pedido.

      Abraço

      Excluir

Não esqueça de comentar esta postagem. Sua opinião é muito importante!