terça-feira, 14 de dezembro de 2010

O jejum: Afinal, qual a sua função? Para que serve?

Por Carlos Chagas



Em Gênesis 3, quando Adão e Eva pecaram, ficou claro que eles pecaram por fazer algo que lhes era proibido. A partir daí, sempre a humanidade se distanciou de Deus porque, a cada dia, mais e mais se praticava aquilo que era proibido.

Passado alguns séculos, graças à misericórdia divina, algumas pessoas, no caso os israelitas, começaram a propor algo inovador: Assim como o homem se distanciou de Deus é possível ao mesmo se aproximar de Deus pela própria vontade de estar com Ele. Surge então o jejum. Mas o que é isso? Qual a finalidade? Se Adão e Eva pecaram por fazer algo que lhes era proibido, ou seja, pecaram por comer algo que não era permitido fazendo-os se distanciarem de Deus, agora o ser humano deixa de comer algo que lhe é permitido para se aproximar de Deus. O jejum é uma troca de valores.

A prática do jejum é algo notório até aos dias de hoje. Mas infelizmente sua compreensão se tornou mesquinha e vulgar. É aí que entra a segunda pergunta feita acima: Qual a sua finalidade? Vejamos alguns pontos abaixo que melhor explicam isso:

O jejum não serve de barganha com Deus: Deus não é um ser de trocas. Aliás, Ele nem precisa disso. Não é porque você faz que Ele verá mérito nisso e lhe recompensará. Deus não dá por troca; dá por graça. Hoje em dia o que se vê são muitos jejuns com o intuito de se alcançar um alvo, ou para que Deus mude uma situação, ou para que uma resposta seja dada. Não que isso não aconteça, mas não é por troca. O jejum muda, mas não é Deus e sim você. Mas o que é jejum?

O jejum não é para aparecer: Muitos jejuam por prática; por mero calendário. Jejum não é marcado na folhinha de calendário. É algo espontâneo. "Deu vontade? Vai lá e faz". E se é marcado no calendário cuidado para que não vire liturgia, rotina, rito, mero afazer do cotidiano. O jejum é a busca por Deus e Sua ação transformadora. É negar-se e buscar algo diferente, algo que melhore a forma de ser. Logo, jejuar é se achegar a Deus de forma voluntária e humilde. É propor uma troca: O egoísmo pelo teocentrismo. Mas o que é jejum?

O jejum não tem poder: Muitos jejuam para expulsar demônios (não que não deva jejuar para isso), para terem poderes divinos, para serem mais santos, para terem uma auréola na cabeça, etc. Jejum não é para isso. Quando se jejua o que acontece é uma aproximação do jejuante a Deus. Nessa aproximação, aquele que jejua, se transforma, uma vez que ele nega suas vontades para receber as de Deus. Assim, fica mais fácil entender a passagem "Essa casta só é expulsa por jejuns e orações" (Mt 17.21). Não é o jejum que expulsa, mas o aproximar a Deus e receber Dele novas instruções de fé que transformam não só o jejuante como também o seu redor. A casta não era expulsa não por falta de poder, mas por falta de instruções divinas e por falta de maior intimidade com a situação do endemoniado. O jejum transforma a pessoa deixando-o mais próximo de Deus. É isso que expulsa a casta: Deus. Mas o que é jejum?

O jejum não é apenas deixar de fazer algo que é permitido: É mais que isso. É, além disso, orar para que tal atitude tenha efeito. Todas as vezes em que se jejua de nada vale o referido ato se não houver os momentos de orações. Um exemplo simples é: Quando se fizer jejum de uma fruta da qual se gosta muito, sempre que vier a vontade de comê-la você se lembrará que está fazendo jejum e, concomitantemente, deve vir a oração dirigida a Deus como substituição do ato de comer o fruto desejado. Logo, o jejum serve de lembrete da necessidade de oração.

Mas, afinal, o que é jejum e para que serve?

De forma sintética e objetiva, jejum é o ato voluntário de um homem ou mulher que evita comer, usar ou usufruir de algo que lhe é permitido para simplesmente se achegar a Deus, de forma humilde, buscando transformação própria e evitando o pecado, para que novos objetivos de vida sejam introduzidos na mesma alimentando-a.

Sendo assim o jejum não muda Deus, pois este é imutável. O jejum muda o próprio jejuante quando este percebe seu desvio e volta para o caminho melhor. Não trás poder porque o poder é somente de Deus. As transformações poderosas estão na vida do jejuante pelo fato de este compreender melhor o caminho que se deve seguir. Jejum não dá poder, o leva para o Poderoso. Jejum não é ritual mas entrega voluntária de efetiva busca de transformação. E acima de tudo, jejum é a busca por Deus e tão somente por Ele deve ser a busca.

43 comentários:

  1. Gostei muito,vou transmitir este estudo na minha igreja

    ResponderExcluir
  2. Caro Anônimo;

    Que bom que gostou. Deus o abençõe na empreitada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que Deus continue te enchendo de sabedoria irmão! Shalom.

      Excluir
    2. Que Deus continue te enchendo de sabedoria irmão! Shalom.

      Excluir
  3. Obrigado pelo ensinamento. Que Deus lhe recompense!

    ResponderExcluir
  4. muito bom ,me esclareceu algumas duvidas.DEUS lhes abençoe

    ResponderExcluir
  5. Olá Carlos, seu artigo me ajudou a esclarecer muitas coisas sobre o Jejum. Que Deus continue te capacitando a cada dia mais e mais.

    ResponderExcluir
  6. muuito bom, tenho 18 anos e hoje tive um desejo em meu coração de fazer um jejum e aprendi muito lendo isso tudo. Obrigada e que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  7. Gostei desta explicação.Muito me ajudou,pois to preparando a lição da EBD e com este comentário a lição será enriquecida.Grato que Deus nosso Pai te abençoe sempre. Ev.Eli Eleuterio Farias.

    ResponderExcluir
  8. gostei,precisava entender melhor pra que jejuar.deus abençoe.

    ResponderExcluir
  9. Me AJUDOU MTO , OBRIGADA

    ResponderExcluir
  10. estou fazendo um jejum coo devo encerra o jejum a cada dia e como devo iniciar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe regras. Você as define. Caso queira iniciar e terminar com orações, bom. Caso não, quem poderá julgá-la?

      Abração

      Excluir
  11. muito bom o estudo mais o irmao disse que jejum é algo voluntario entao não é obrigatorio ou ate mesmo um mandamento ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é obrigatório e nem é mandamento. É de livre e espontânea vontade.

      Abração

      Excluir
  12. Estou interessada em fazer jejum para minha transformação, e tinha muitas dúvidas sobre como e quando iniciar; estou mais esclarecida e com menos receio de estar simplesmente "barganhando" com Deus.....obrigada!!!!

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde à todos,

    Quando vou realizar jejum, oro antes, coloco algumas situações e começo. Não como absolutamente nada, só bebo água. Entendo que jejum é de alimento. Geralmente eu coloco um desafio em dias pra mim. Ao término, oro entregando o jejum e agradeço muito. Fiquem na Paz do Senhor.

    ResponderExcluir
  14. gostei varao Deus continue abençoando

    ResponderExcluir
  15. Obrigado por tudo isso me ajudou muito..e q DEUS nos continua abencoando sempre

    ResponderExcluir
  16. Ainda achei um pouco superficial, concordo com o texto quando fala do que não é o jejum, mas quando fala do que é o jejum fique uma dúvida que é a seguinte: o homem pode buscar a Deus por sua própria vontade sem que Esse (Deus) o tenha chamado primeiro? Romanos 3:10-12 isso com relação a conversão. Já com relação a santificação, é possível o homem por meios físicos (jejum, dizimo,roupas,orações) se santificar ou seja ficar mais próximo de Deus?
    Efésios 2:8-9

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado;

      A morte e ressurreição de Cristo já é o chamado de Deus. Ainda sendo nós pecadores Ele já nos chamou à santificação através da cruz. Como Paulo fala em Romanos 1.19-27 a natureza revela a ação criadora de Deus e sendo assim, ainda que o homem não tenha tido contato com o Evangelho só de olhar a natureza ele percebe a presença criadora de Deus.

      Quanto à santificação esta só se dá com o fruto do Espírito e somente com a prática dele. O jejum não o faz santo, mas o aproxima da santificação já que é um momento que você deixa de fazer algo seu para desempenhar algo para Deus, geralmente a oração. As questões relacionadas às vestes, dízimos obrigatórios, jeito de falar e condutas típicas de algumas igrejas dizem respeito ao regimento interno; somente ao livro de regras da igreja local. Isso, no fim das contas, não está diretamente ligado à santificação.

      Excluir
  17. muito bom edificou a minha vida glória a Deus

    ResponderExcluir
  18. Bom dia !!! Nunca tinha olhado para o jejum desta forma, mas sempre senti desta forma ...
    Gostei muito da explicação, que DEUS continue te abençoando !!!

    ResponderExcluir
  19. Carlos a paz do senhor, estudos biblicos é sempre muito bom, mas fica melhor com referencias biblicas. Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  20. Muito boa a explicação sobre o jejum. Parabéns irmão Carlos. Deus continue te abençoando. Jejum é sempre importante. Muitas coisas fúteis tomam totalmente o nosso tempo. O tempo que sobra para Deus é muito pouco. Podemos remir o tempo, jejuar e orar, reservando para Deus momentos de comunhão e louvor. O Senhor diz na sua Palavra: "Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração. .... (Jr 29:13). Penso que o jejum nos ajuda a chegarmos mais perto de Deus em comunhão. Estou certo irmão Carlos?

    ResponderExcluir
  21. Muito bom foi contra tudo oque eu sabia de jejum tirou minhas duvidas sobre jejum Parabéns Deus abençoe você

    ResponderExcluir
  22. Me esclareceu muito, estou maravilhada. Jejuei por quase uma semana todos os dias e no final lendo a bíblia caiu em Zacarias 7 com o título: O jejum que não agrada a Deus. Fiquei frustrada e desanimada, pois percebi estava incluída ali. Fiquei um tempo pensando sobre isso e achei seu blog, não erro mais. Agora só vitória!

    ResponderExcluir
  23. Amigo.. É sempre bom cada coisa que vc falar.. Mostrar na bíblia .. Pois o que importa é algo que vem de Deus.. Se vc falou vários parágrafos e só usou 1 passagem.. Isso deve ser olhado com carinho por que o texto é bom.. Mas o essencial ta faltando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CRo irmão, o texto tá explicaadissimo!Jejum não é ficha de flioerama que vc coloca na maquininha e rece poder,é vc se consagrando a Deus, se achegando a Ele e obviamente que qualquer um que se achegar a Deus será mais vitorioso.

      Excluir
    2. CRo irmão, o texto tá explicaadissimo!Jejum não é ficha de flioerama que vc coloca na maquininha e rece poder,é vc se consagrando a Deus, se achegando a Ele e obviamente que qualquer um que se achegar a Deus será mais vitorioso.

      Excluir
  24. Eu só queria que vc citasse tudo isso na biblia...

    ResponderExcluir
  25. Amigo.. É sempre bom cada coisa que vc falar.. Mostrar na bíblia .. Pois o que importa é algo que vem de Deus.. Se vc falou vários parágrafos e só usou 1 passagem.. Isso deve ser olhado com carinho por que o texto é bom.. Mas o essencial ta faltando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Levy;

      Entendo seu desejo, que é o meu também, mas muitas coisas que se tem na Bíblia são anexos complexos dos tempos, coisas que só com estudos sobre arqueologia e história você terá entendimento. Sobre o jejum é a mesma coisa. São estudos que não partem exclusivamente da Bíblia e sim, em grande parte, da arqueologia. Sugiro leitura dos livros "Introdução do Antigo Testamento" de William LaSor e "Teologia do Antigo Testamento 1 e 2 volumes" de Gehard von Rad.

      Curiosidade: Jesus se batizou. Onde na Bíblia Ele tirou essa necessidade? Aonde na Lei de Moisés diz que todos devem se batizar? Curioso não?

      Excluir
    2. Outro detalhe Levy: Tudo que você já ouviu falar de jejum, o que de fato podemos dizer que está na Bíblia? Até as castas demoníacas têm nomes como Pomba Gira, Tranca Rua, etc, sendo que tais nomes jamais foram citados na Bíblia e mesmo assim tais ensinos são passados como sendo algo irrefutável. Sobre jejum e o fundamento do mesmo é algo que não se encontra na Palavra.

      Excluir
  26. Nossa gostei muito .. me ajudou bastante
    Só fiquei em dúvida de uma coisa
    No jejum a gente pode toma água ou não ?

    ResponderExcluir
  27. Nossa gostei muito .. me ajudou bastante
    Só fiquei em dúvida de uma coisa
    No jejum a gente pode toma água ou não ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tiago;

      O jejum, como dito acima, não é pra matar uma pessoa ou dar poderes, mas sim lembra-la de um voto, de uma intenção de oração e comunhão com o seu Deus. No caso, se você consegue fazer o jejum de água e vê que com isso não sairá prejudicado ou que não prejudicará outro faça. Caso contrário, você perceba que isso está fazendo mal a você ou outra pessoa, evite fazê-lo. Jejum é deixar de comer ou beber algo que lhe é permitido para que quando tiver vontade de fazê-lo você troque por orações e comunhão com Deus.

      Abraço

      Excluir
  28. No item que aborda o tema: O jejum não serve de barganha com Deus, eu li que muitas pessoas jejuam para alcançar um alvo, para Deus mudar uma situação ou para se obter uma resposta de Deus acerca de alguma situação que a pessoa esteja para realizar na vida dela. Sendo assim, jejuar por uma dessas causas é ilícito?
    Se sim, por quais situações, por exemplo, poderíamos jejuar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Importantíssima sua pergunta. Obrigado. Não, Carlos. Não é ilícito não. Barganhar seria você, com maldade, trocar algo utilizando-se de malícia, ou aproveitando uma brecha. Por exemplo: "Jejuarei por um carro, afinal, Deus tem que escutar minha oração". No caso de se jejuar corretamente por algo ou alguém ou alguma causa deverá mostrar uma necessidade ou que sua intenção se adequa à de Deus e que no momento você não está conseguindo êxito. Jejuar é a tentativa de se alcançar algo, mas sem manipulação. Deus vai te dar, no momento certo, do jeito certo, na quantidade certa e se você, em seu jejum, entender a perfeita vontade Dele. O jejum não muda Deus, muda o ser que jejua. O jejum é a negação de si para que Deus brilhe em meio às trevas e/ou dificuldades.

      Obrigadão pela pergunta

      Excluir

Não esqueça de comentar esta postagem. Sua opinião é muito importante!