quinta-feira, 11 de março de 2010

Igreja Cristã Contemporânea ou Igreja Cristã Homossexorânea?

Por Carlos Chagas


"Durante anos convivemos com os presonceitos contra os homossexuais. Enfrentamos conflitos pessoais, mas hoje sabemos que Deus nos aceita como somos." Pr Gladstone

 "O amor de Deus é sem preconceito. Agora eu me encontrei." Guilherme Braga, membro da Igreja

Na última quarta-feira, 10 de março, muitos evangélicos ficaram estarrecidos com uma notícia: Uma Igreja Evangélica Gay foi fundada em BH. "Mas como isso é possível?", talvez seja a pergunta mais feita. A notícia trouxe informações sobre um "casal" (esse termo é inapropriado segundo o dicionário Aurélio devido ser referente à associação de homem e mulher e não de dois do mesmo sexo) de pastores, Marcos Gladstone e Fábio Inácio, ambos homossexuais. Segundo a notícia, a "dupla" (termo mais aceitável) fundou a igreja após sofrerem diversas críticas e preconceitos em outras igrejas e conta com 90% de seus frequentadores homossexuais.

Muitos se perguntam: "É possível homossexuais nas igrejas?" A resposta é sim. Não é porque o homossexualismo está presente no mundo que uma pessoa não possa ser homossexual. É sua escolha e todos devem respeitar. 

Outra pergunta é: "É possível líderes evangélicos serem homossexuais?" A resposta é sim. Apesar de na história da igreja cristã não ser aceito esse tipo de característica num líder e de muitos sistemas eclesiásticos não aceitarem essa idéia é possível sim, ainda mais se tratando de uma igreja independente, como é conhecida pelo seu sistema de criação denominacional, já que são os membros que definem seus líderes. 

Outra pergunta é: "O homossexualismo é aceito na Igreja Cristã? A resposta é "geralmente não". Sabe-se que o homossexualismo é uma prática totalmente errada dentro do cristianismo, o que não quer dizer que não se deve amar o homossexual (homossexual = pessoa; homossexualismo = movimento). Todavia o movimento tem sido aceito devido a necessidade de muitos em repudiar a tradição cristã.

Mais uma pergunta: "Existe como o homossexualismo ser aceito pela Igreja Cristã?". A resposta é não. O homossexualismo é um movimento que, em sua natureza, é contra a vida. Apesar da cultura atual aceitar o sexo como prática por prazer, o sexo entre pessoas ainda continua sendo para procriação. No homossexualismo não há como se ter as duas práticas. Por isso é contra a vida. Todos nascem de relações heterossexuais. Um homossexual defende sua tese mas indo contra sua própria forma de nascimento que é de relação heterossexual.

Uma outra pergunta: "Existe como o homossexual ser aceito pela Igreja Cristã? A resposta é sim e sempre. Assim como todos o homossexual também é ser humano. Todos escolhem o que ser e o que fazer. Deus deu o livre arbítrio para que cada um tenha sua vida.

Qual é a leitura mais correta que o cristianismo deve ter ao caso do homossexualismo?

O homossexualismo é um movimento. Como todo movimento, este existe para as pessoas; para os outros. Luta em favor de uma causa, mas esta luta deve ser para alguém (pessoa). Muitas igrejas pecam porque defendem mais sua doutrina que uma pessoa. Por quê isso acontece? Porque o movimento passa a valer mais que a pessoa.

Muitos movimentos pecaram pelo fato de não seguirem normas, éticas, ciência e bom senso. Casos como o Nazismo, ditaduras, guerras, as cruzadas medievais, o racionalismo extremado, entre outros, mancharam a história da humanidade porque não respeitaram o outro.

O movimento homossexual não observa alguns dados importantes: A homossexualidade não é científicamente comprovada como anomalia ou doença; nem como distúrbio psicológico; nem como certa e nem como errada. Talvez seja errado socialmente falando, mas isso não vale nesta discussão. Mas estreitando essa observação no meio cristão, o homossexualismo não subsiste, porque é contra passagens bíblicas, contra doutrinas cristãs de tradição, contra a própria cultura brasileira, contra os princípios de vida como requisitos mínimos para o nascimento de uma pessoa (esperma + óvulos), etc. 

Pensando na questão do surgimento da Igreja Cristã Contemporânea vem uma dúvida: Essa igreja surgiu para pregar o Evangelho ou para defender interesses egoístas? Para falar daquele que apaga os pecados ou para defender idéias homossexuais como sendo não pecaminosas? A origem de tal igreja é um tanto quanto interessante: Numa época que se vê muitos movimentos anti-homofobia fica fácil se passar de vítima. E isso não é bom para a sociedade. Ainda mais a sociedade brasileira que é infantil e despreparada, intelectualmente falando, já que até programas conhecidos como Reality Shows são coisas que recebem muito sucesso e não um BBBasta da sociedade.

O perigo de surgir igrejas como a Igreja Cristã Contemporânea é alimentar no povo o sentimento de que tudo é aceitável. A fala do Guilherme Braga, citada no jornal Super Notícia e no início deste post leva muitos a entender que Jesus aceita tudo como está. Jesus aceita o pecador e não seu pecado. Aceita o homossexual e não sua prática de homossexualidade. Ele o aceita como matador, estuprador, drogado, etc, mas não sua prática. Por isso a vinda de Jesus à terra. Para mostrar que as práticas humanas estão erradas e que é necessário arrependimento. É necessário mudança a partir do caráter de Cristo. Isso é chamado de conversão. O homem é necessitado de conversão das práticas erradas, que geralmente nascem de sua própria idéia de como viver.

Quanto aos fundadores e membros da Igreja Cristã Contemporânea fica uma mensagem a ser pensada: Quando surgirão igrejas onde serão aceitos líderes pedófilos, estupradores, traficantes, amantes do mal, abomináveis, incrédulos, idólatras, assassinos, etc? E isso será aceito por Deus? Isso pode ser aceito como certo? Por que se for, na minha concepção, é melhor irmos para o mais obscuro da vida, porque está já não mais terá sentido...

"Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça. Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém. Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro." Rm 1.18-27

REFERÊNCIA CITADA:

AURÉLIO, Dicionário. Versão "Século XXI" Eletrônico. 1999.

SILVA, Andréa. Pastores gays fundam igreja evangélica em BH. Jornal Super Notícia, Belo Horizonte, 10 mar. 2010. GERAL, p.10.
 

Um comentário:

Não esqueça de comentar esta postagem. Sua opinião é muito importante!

Compartilhe no Facebook

Você acha que mereço um voto? Então clique na imagem.

Central Blogs